quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

HISTÓRIA DA SANTA CASA

HISTÓRIA DA SANTA CASA DE PIEDADE

Neste trabalho que dedico a Irmandade da Santa Casa de Piedade, fui buscar nos Livros e diversos  Jornais que foram escritos  na Câmara Municipal de Piedade e depoimento do ex prefeito Juraci Rosa Soares.
Fonte –Livro História de Piedade I  e II
-
Escrito por Antonio Leite Neto
A idéia de se construir uma Santa Casa de Misericórdia,vem desde 1.910,quando o Capitão Antonio Francisco Parada,faz a doação de um terreno para construção de uma Escola e da Santa Casa .Todas as  dificuldades para se construir o prédio,equipamentos de primeiros socorro,recursos humanos como enfermeiros e médicos era o assunto dos principais lideres da Vila.
Em 1.917 vem residir em Piedade um farmacêutico formado,Manoel Pereira de Macedo,se estabelecendo com uma Farmácia na rua Comendador Parada ( hoje Bar do Sano ).Na década de 1.930,chega em Piedade o médico Dr Isaac Franco.
Em 28 de abril de 1.936,Laureano da Silveira Baldy fez a primeira reunião com os lideres Raymundo Nonato Leite e Manoel Pereira de Macedo,para elaborar o Estatuto da Sociedade Filantrópica Hospital São Roque.
A comunidade piedadense esta disposta a construir o Hospital para abrigar os pobres como rezam o Estatuto da Sociedade.
Nem bem é instituída a Sociedade,já começam aparecer os donativos,que vão de dez a cem mil réis,sendo que a Prefeitura colabora com cem mil réis.
No mês de maio é nomeada uma comissão de construção do prédio,sendo o engenheiro Dr Arnaldo Mota que faz o projeto do prédio gratuitamente,sendo supervisionado pelo Dr Celso do Vale.Em 23 de maio de 1.937 é lançada a pedra fundamental do Hospital São Roque.No mês de julho a comissão de arrecadação já apresenta dois contos de réis, e no dia 14 de agosto é iniciada a obra.Ainda em setembro do mesmo ano é registrada o Estatuto da Sociedade Filantrópica Hospital São Roque.No mês de dezembro as paredes já estão na altura do primeiro pavimento.Em abril de 1.938 a Sociedade apresenta arrecadação de quase dez contos de réis,sendo que no mês de agosto o prédio esta recebendo a cobertura,e mais uma grande ajuda financeira chega do Comendador Pereira Inácio que contribui com cinco contos de réis.
Mais uma surpresa para todos os piedadenses o Prefeito toma uma decisão e suspende a continuação da obra e a sua contribuição.
O Jornal “A Comarca de Piedade” em maio de 1.939,publica que dentro de poucos dias será retomada a obra para cobertura do prédio.
Em 1.940 a Prefeitura começa a contribuir com um conto e quatrocentos mil réis por ano.
Em abril de 1.942 é que são ativadas as obras de acabamento,sendo que em janeiro de 1.943 é publicada uma lista de colaboradores com a promessa de funcionar o hospital naquele ano.
O Jornal “A Comarca de Piedade”publica que alguns piedadenses criticam o tamanho do prédio com a frase “E muito grande para Piedade”mais em seu Editorial no Jornal,Osmar de Nicola defende as dimensões do prédio com a frase “E para o Futuro”
Em junho de 1.943 com as obras aceleradas,chega em Piedade o 1º Tenente Coronel Bezerra e faz um acerto político com o Prefeito Laureano da Silveira Baldy,para alojamento de 160 soldados do 6º Batalhão de Caçadores,que chegam em agosto e ficam até o final do ano de 1.944.
Mesmo com a presença dos Soldados a obra continua sob a supervisão do Senhor Manoel Gutierres que presta serviços gratuitos,sendo que alguns pedreiros também prestam serviços voluntários em prol da comunidade na Santa Casa.
Em março de 1.945 o Hospital São Roque esta pronto para ser utilizado por pacientes pobres e aqueles que necessitarem de auxilio médico.
Mais em 1.946,Laureano da Silveira Baldy,muda-se para Sorocaba,sem seu líder o entusiasmo se esfria,mesmo Piedade passando por um período de prosperidade não consegue fazer a inauguração do hospital .
O prédio que era para atender pacientes,passa em 1.948,para Posto de Puericultura Estadual,mesmo provisoriamente no local até que fosse construído um prédio para esta finalidade.
No dia 09 de agosto de 1.950 a Sociedade Filantrópica Hospital São Roque,convoca os sócios para uma Assembléia Geral,estando presentes os Senhores;Laureano da Silveira Baldy,Jose Iris Godói,Eraldino Antunes Soares,Dorival Bueno de Camargo,Raymundo Antunes Soares,Raymundo Nonato Leite,Djalma de Almeida Ramalho,Fernando Croccia,Antonio Rolim de Arruda,Querubim Rosa,Antonio Rolim da Silva e outros.Nesta reunião ficou decidido o fim da Sociedade e o prédio ficou sob a custódia da Prefeitura Municipal de Piedade.
Em 1.953 ,mais uma vez o povo piedadense é surpreendido,com a instalação provisória de um Curso de Madureza Ginasial (Supletivo de 1º Grau)
Era o fim de uma idéia surgida e liderada por Laureano da Silveira Baldy,que em Piedade seria construído um Hospital com a denominação São Roque.
Com o Prefeito Orestes Romano,o prédio passa a funcionar como Pronto Socorro de 1.952 a 1.955,seguindo os trabalhos liderados por Raymundo Antunes Soares,que da inicio ao processo nas reformas,ampliações e de instalações da Santa Casa de Misericórdia,seguido pelos Prefeitos Dr Amélio Dávila Ribeiro, Antonio Augusto da Silva Filho,Messias Rolim da Silva,Antonio Correia da Silva,
Juraci Rosa Soares , que mesmo após deixar a prefeitura continuou contribuindo, sendo que a primeira mesa de operações foi buscar na cidade de Araras e teve de viajar para Sorocaba em diversas vezes para transportar os botijões de oxigênio da Wait Martins , Juraci sempre citou o nome do Dr Juiz de Direito João Penido Bonier, que também era formado em administração Hospitalar os médicos Dr Diomar di Giovanni e Dr Sebastião Gonçalves da Cunha que muito contribuíram em ato de  colaboração e humanismo com o povo piedadense,
Artur Hess que foi 3 vezes Prefeito,Wilson de Souza Lopes 2 vezes Prefeito,Jose Tadeu de Resende 3 vezes Prefeito,Rubens Caetano da Silva e Geremias Ribeiro Pinto.
A Santa casa de Misericórdia,sempre recebeu doações de diversos setores da sociedade,incluindo Emenda parlamentares de Deputados Estaduais e Federais,exemplo,Renato Amary,Maria Lucia Amary, Edmir Chedid,Rita Passos,Alex Manente e outros.
Após 11 anos a frente da Provedoria da Santa Casa, Cinira Guido Espinosa faz publicação no Jornal Folha de Piedade de 06 de janeiro de 2.012, para Edital de Convocação  Assembléia Geral Extraordinária, que se realizara dia 12/01/2012 inicio as 19 horas, seguindo o Estatuto da Entidade no Artigo 15º  e 17º parágrafo 1º, seguindo a 1ª Convocação e 2ª Convocação dos Irmãos com direito a voto.

Mesmo antes das eleições que será no mês de junho, a provedora antecipou a sua saída com a publicação do Edital.

No dia 12 de janeiro de 2.012, assume a provedoria da Santa Casa, o corretor de seguros Jose Eduardo Taliani, vice provedor Álvaro Francisco Figueiredo Junior, que junto com mais de 90 componentes do grupo da Maçonaria de Piedade em consenso elegeram  Carlos David Cardoso 1º secretário, Nicola Vichi 2º secretário, Osvaldo Konrad 1º tesoureiro, Marcos Antonio Bortolini 2º tesoureiro, suplentes Gilmar Figueiredo, Jose Mauro Dias Rodrigues, Marcelo Augusto Tardelli, Wilson Ruy Gomes e Izaias Lemes da Silva. No Conselho Fiscal foram eleitos Jair Fransneda, João Rolim de Goes Filho, Fabio Rosa e os Suplentes Neivaldo Pereira de Lima, Ricardo Lopes Godinho e Chafic Nicolau.

Em entrevista ao Jornal Terra  e Jornal Folha de Piedade o novo provedor Jose Eduardo Taliani disse “não vou trabalhar sozinho,estou a frente de um grupo”, vamos concluir o novo Pronto Atendimento( PA ) reforma do prédio, estacionamento para veículos, construção do muro na rua Monteiro Lobato e adaptação para portadores de necessidades especiais em parceria com a Prefeitura Municipal. Com os melhoramentos  e a estrutura ampla e moderna a Santa Casa será integrada ao ( PAM ) Pronto Atendimento Municipal,  a implantação  de filiar a um plano de saúde e realizar um sonho de conquistar melhor arrecadação com a participação de 5 a 10 mil sócios, para acabar com déficit financeiro e melhor atender a população.

Manoel Julio da Costa – mane.do.esporte@hotmail.com
 15  96 04 . 04 41

Nenhum comentário:

Postar um comentário